Com a explosão da blogosfera, apareceram imensos blogs novos que tentam vingar num mercado que é hoje cada vez mais competitivo. Embora haja muitos que conseguem atingir o topo, há igualmente muitos outros blogs que ficam pelo caminho e não conseguem alavancar e arrancar os seus projetos. Hoje vamos aqui descrever 10 erros comuns que estão presentes nestes blogs que fracassaram, para que consiga desviar-se deles e ultrapassar mais facilmente as dificuldades que possa vir a atravessar com a criação do seu blog.

escola blog

photo credit: Stuck in Customs via photopin cc

1 – Não ter um tema bem definido

É extremamente comum encontrar blogs que falam de tudo, mas que não interessam a ninguém (ou quase ninguém). A verdade é que quanto mais dispersar na hora de escrever, menos relevante será o seu texto e menos interesse terá para os seus visitantes. Como a blogosfera está cada vez mais competitiva, com novos blogs a nascerem diariamente, é importante que se especialize num tema bem específico e conquiste o seu espaço a partir daí.

O que fazer:

  • Antes de criar o seu blog, pense, mas pense mesmo muito num tema ou área em que se sinta à vontade e que acha que possa conseguir ser o melhor. Se encontrar essa tal área, especialize-se nela e ganhe o seu espaço na internet a partir de aí.
  • Se já tiver um blog bem cotado, explore a interação entre ele e outro projeto que queira criar numa outra área que queira iniciar um projeto.

2 – Não ter um domínio próprio e uma boa hospedagem

Já vincámos muitas vezes aqui a importância de ter um domínio próprio que sirva de morada para o seu blog. A imagem mais profissional que passa e todos os aspetos positivos que transmite são uma mais valia para o sucesso. Para além da imagem que transmite e da confiança que demonstra, ter um domínio próprio tem uma influência crescente no SEO do seu site! Também ter um serviço de qualidade na hospedagem é essencial para que tudo dê certo!

O que fazer:

3 – Não ter um layout profissional

Tal como no caso anterior, ter uma imagem que demonstre o profissional que é é extremamente importante. A imagem que passa aos seus clientes, visitantes ou leitores é a chave para conquistar a sua confiança e lealdade. Tal como os domínios, há layouts extremamente baratos por exemplo, na ThemeForest, que pode comprar e adaptar ao seu blog.

O que fazer:

  • Aproveite algumas promoções que haja em sites como a ThemeForest para comprar um tema premium mais barato.
  • Pode também contratar um designer que desenhe um tema completamente exclusivo para o seu site, no entanto o preço será um pouco mais alto.
  • Caso não esteja com disponibilidade de fazer este investimento, pode sempre tentar aprender um pouco de HTML e CSS e criar um tema você mesmo.

 4 – Não atualizar o blog regularmente

Uma das maiores dificuldades que qualquer pessoa que tem um blog enfrenta é a atualização do mesmo. Por vezes escrever artigos regularmente torna-se um trabalho monótono e aborrecido, o que leva a que muitos dos blogs que aparecem na internet comecem a ficar desatualizados e sem qualquer novo artigo durante alguns meses. Este fenómeno pode mesmo levar o blogueiro a abandonar o seu projeto.

atualizar

photo credit: Amanda Schutz via photopin cc

A falta de ideias para artigos pode ser outro entrave à maior atualização dos blogs na internet. Há blogs que não têm artigos muito regularmente porque o seu mercado é curto e tem poucas coisas sobre o que escrever, ou então porque você não pesquisa o suficiente para combater a falta de criatividade momentânea.

O que fazer:

  • Leia bastante e procure temas dentro do seu nicho que o permitam dar continuidade ao seu blog. Evite a todo o custo que o seu blog caia em esquecimento.
  • Se não tem tempo para escrever ou procurar ideias para o seu blog, o melhor talvez seja mesmo arranjar um “sócio” que o ajude nessas tarefas. Se o seu blog já for rentável o suficiente, contratar equipas de produção de conteúdo poderá ser também uma opção válida para si!

5 – Não trabalhar no SEO do seu site

Um bom SEO é um dos pontos mais importantes para ter muitas visitas oriundas das pesquisas do Google (e não só do Google). Há muitas pessoas que não ligam nada a este aspeto, no entanto estão a cometer um erro enorme! O SEO é um ponto fulcral para o bom funcionamento do blog, para que consiga ver todo o seu trabalho recompensado por visitas crescentes dos seus leitores ou potenciais leitores.

O que fazer:

  • Leia bastante sobre SEO e invista algum do seu tempo a melhorar este aspeto fundamental. Se não souber o que fazer mesmo assim, pode sempre contratar uma equipa que trate isso por si, mas terá sempre alguns custos associados.
  • Aproveite e leia os seguintes artigos:

15 Regras SEO que deve ter em conta quando cria um artigo

A importância do SEO no tráfego orgânico

 6 – Escrever artigos com demasiado texto e poucas imagens ou o contrário

É muito comum encontrar estes dois extremos em muitos blogs. Há casos em que aparecem artigos com demasiado texto para as imagens que apresentam, e há outros casos em que aparecem mais imagens do que palavras. Lembre-se que o equilíbrio é importante, e que se tornar o seu artigo demasiado maçudo ou, pelo contrário, fazer quase uma banda desenhada sem texto nenhum, apenas afastará potenciais seguidores do seu trabalho.

artigos

photo credit: Ed Yourdon via photopin cc

É importante que acompanhe os seus textos com imagens relacionadas, mas seja moderado.

O que fazer:

  • Arranje um equilíbrio entre a quantidade de texto e número de imagens que irá colocar nos seus artigos. Se possível, respeite esse equilíbrio o melhor que puder, para que os seus leitores não encontrem variações demasiado pronunciadas no estilo de artigos que você lhes oferece. Torne esse equilíbrio numa característica sua.

7 – Não ter uma boa interação entre o seu blog e as redes sociais

Hoje em dia é cada vez maior a influência que as redes sociais têm nas pessoas. Cada vez mais as entidades que procuram o seu público o encontram através do Facebook, Twitter ou Google+. Você não se pode deixar ficar para trás, deve também acompanhar esta evolução e conceber uma integração das redes sociais no seu blog.

Se o seu blog tiver uma boa interação com as redes sociais, um bom artigo que você crie pode trazer-lhe visitantes que aumentarão exponencialmente em pouco tempo. Para que consiga este fenómeno basta que o artigo tenha realmente qualidade e que haja algumas partilhas por parte de alguns leitores seus, possivelmente fruto de um bom trabalho seu também na integração das redes sociais no seu blog.

O que fazer:

  • Trabalhe na integração das redes sociais no seu blog, criando botões de partilha nos artigos e criando mecanismos de interação do blog nas redes sociais.
  • Tente automatizar estes mecanismos, para que não tenha trabalho acrescido sem necessidade. Experimente ferramentas como o dlvr.it.

8 – Copiar o conteúdo de outros sites ou blogs

Infelizmente é uma prática muito comum mas completamente desprezável. O plágio para além de ser considerado crime em alguns países, é um ato que demonstra tudo o que um leitor não quer ver. É também um dos principais motivos que os motores de busca apontam para descer posições nas listas de pesquisa. Como pode ver, copiar de outros blogs não lhe trás nenhum benefício, apenas se está a enganar pensando que assim conseguirá os seus objetivos sem grande esforço.

Dedique-se a criar conteúdo seu e de qualidade e verá que os seus esforços acabam por ser recompensados.

O que fazer:

  • Crie conteúdo original e de qualidade.
  • Se achar que não tem tempo ou vontade para criar conteúdo, pode sempre optar por alternativas como as que foram dadas no ponto 4.

9 – Abusar da publicidade

Quando queremos tornar o nosso site rentável, a tendência é encaixar anúncios em todos os cantos da página do seu blog. No entanto, isso é uma das coisas mais irritantes que um visitante pode encontrar. É natural que haja alguma publicidade, mas tem que ser moderada e colocada em locais estratégicos. Encher a página de anúncios, para além de afastar os seus leitores, reduz a probabilidade de você ganhar dinheiro com os seus anúncios se estes forem de um sistema de clique (Google AdSense, por exemplo).

publicidade

photo credit: Stuck in Customs via photopin cc

Com tantos anúncios, o seu visitante não sabe o que fazer e o mais provável é que acabe por fechar a página sem ler qualquer linha do seu blog.

O que fazer:

  • Teste várias posições para os seus anúncios para encontrar a combinação mais rentável para si.
  • Assegure-se que não tem demasiados anúncios no seu blog que o possam prejudicar de alguma forma. Lembre-se que os seus visitantes vão ao seu site para ler o seu artigo e não para ver anúncios publicitários.

10 – Não interagir com outros blogs

Por vezes dedicamo-nos demasiado ao nosso projeto que nos esquecemos que não estamos sós na internet. Criar uma boa rede de contatos com outros blogueiros pode ser um acréscimo essencial para um crescimento saudável do seu blog. Uma outra coisa muito comum na maior parte dos blogs, é que não remetem para artigos de blogs vizinhos. Lembre-se que a interação entre blogs é ótimo e, ao contrário do que pode pensar, quando coloca um link para um artigo de outro blog não está a perder um leitor. Repare que se o artigo que aconselhou for realmente útil, mais visitantes virão por já ter sido útil a indicar caminhos que outros blogs ainda não tinham indicado.

O saber é para ser partilhado e, se alguém já referiu em algum artigo uma parte importante do seu pensamento, remeta para esse alguém, não crie um artigo exclusivamente seu que diz o mesmo que o outro mas por outras palavras.

O que fazer:

  • Crie bons relacionamentos com outros blogueiros e webmasters e interajam de forma a melhorar os blogs de ambos.
  • Não tenha medo de partilhar artigos de outros blogs, porque se a partilha for realmente útil você irá ganhar com isso em muitos aspetos.

E você que erros já cometeu no seu blog?

É natural que se cometam erros, difícil é corrigi-los. Aprovei-te esta lista de erros mais comuns e diga-nos que outros erros encontra na blogosfera.