Tal como referimos no último artigo, utilizar técnicas de SEO para melhorar o seu tráfego orgânico é imprescindível para que o seu site evolua no sentido certo. Para que o seu site esteja presente nas primeiras páginas do Google e de outros mecanismos de pesquisa é necessário que gaste algum do seu tempo a otimizar o seu site no geral e, nos casos mais particulares, no layout do seu blog e nos artigos que escreve.

escola blog
Como também mostramos no artigo anterior, as otimizações têm um impacto enorme nos resultados orgânicos, por isso é interessante estudar um pouco as variações que certas otimizações têm na percentagem de visitantes vindos dos motores de busca. Verá que terá muitos e melhores resultados se optar por tentar perceber qual a diferença entre aplicar ou não aplicar determinadas técnicas de SEO que vamos aqui apresentar.

Como posso otimizar os meus artigos para SEO?

Há muitas técnicas para otimizar artigos e trabalhar o SEO do seu site, no entanto não há uma forma mágica que garanta resultados imediatos, apenas há linhas de orientação que você terá que explorar e perceber quais as mais eficazes.
Para conseguir os melhores resultados a aplicar estas técnicas de SEO que vamos apresentar, recomendamos-lhe que se tiver o WordPress que tenha instalado o plugin Yoast WordPress SEO. Este plugin facilitará imenso a sua tarefa e poderá abrir-lhe outras portas na otimização de SEO para o seu site.

1.    Tenha uma estrutura de links de forma inteligente

Os links dos artigos, ou ligações permanentes, são um aspeto muito importante quando se fala de SEO. É através das palavras que estão designadas no link de um artigo que os motores de busca percebem (ou não) o tema do artigo para onde esse link remete.
Repare, por exemplo, neste link:

  • http://escolablog.com/?p=54321

Consegue perceber o que está escrito no artigo sem ver o conteúdo? Não, é impossível saber o que está escrito apenas pelo link que nos é apresentado, e o mesmo acontece com os motores de busca. Indexar um link com o aspeto do de cima não é amigável e está a perder muito tráfego e posicionamento por não ter otimizado estes pontos.
Repare agora neste link:

  • http://escolablog.com/seo-2/a-importancia-do-seo-no-trafego-organico/

Se olharmos apenas para o link, sem abri-lo, conseguimos perceber de uma forma geral o que vai ser tratado naquele artigo. Mais uma vez, o mesmo acontece com os motores de busca! É importante que faça já esta alteração, optando pela solução mais adequada ao seu site! Há quem opte por um esquema que inclua a data do artigo, ou então a categoria, no entanto penso que isso deve ser adaptado a cada projeto, pois cada um tem as suas necessidades!

escola blog
Para fazer essa alteração é muito fácil, basta ir a Opções, Ligações Permanentes, e utilizar as Tags correspondentes ao que deseja colocar na estrutura dos seus links!

2.    Inclua as suas palavras-chave no título do artigo

O título do artigo é um outro ponto muito importante na indexação correta e benéfica para o seu site. Repare que você quando está a trabalhar para otimizar o seu site para SEO, deve ter em consideração as palavras-chave de cada artigo, que serão as mais beneficiadas e que terão melhor posicionamento se tiver conseguido uma boa otimização.

escola blog
Tendo em conta estas palavras-chave, tente incorporá-las no título do seu artigo e que terá uma maior visibilidade tanto para os seus leitores como para os motores de pesquisa. Estes últimos, dão mais importância às palavras que estão entre as tags h1, h2 e h3, (falaremos delas mais em baixo) respetivamente, e os títulos dos artigos estão normalmente inseridos numa delas. Portanto se conjugar as palavras-chave dentro dos títulos e outras técnicas de SEO que vêm a seguir certamente que terá melhores resultados!

3.    Defina o título de SEO, as palavras que quer focar e a descrição do artigo (Yoast WordPress SEO)

Para esta regra, é necessário ter o plugin que indicámos (Yoast WordPress SEO).
Se puxarmos para baixo o editor de artigo do WordPress, temos uma janela que aparece quando temos instalado este plugin. Aqui podemos definir o título de SEO do seu artigo, as palavras que quer focar (Focus Keyword) e a descrição do artigo (Meta Description).

escola blog
O título de SEO é o título do seu artigo para os mecanismos de pesquisa e é muito importante que seja um reflexo do conteúdo e, se possível, que incorpore as palavras-chave que quer trabalhar.
As palavras de foco devem ser as suas palavras-chave que quer melhorar a posição nas listas das pesquisas. Devemos lembrar-lhe que não convém que se exceda na repetição das suas palavras-chave, uma vez que pode ser mal interpretado pelo Google.
Já a Meta Description deve ser a descrição do conteúdo do seu artigo. Aqui é uma boa prática de SEO incluir as suas palavras-chave mas, mais uma vez, não em demasia!

4.    Analise a sua página a nível de SEO (Yoast WordPress SEO)

Uma excelente ferramenta que o plugin Yoast WordPress SEO traz a nível de SEO (uma de muitas diga-se) é o Page Analysis que nos permite ter uma noção mais clara da otimização de um artigo mesmo antes de ser publicado.

escola blog
É interessante analisar todos os dados que nos são disponibilizados por esta ferramenta e jogar com isso a nosso favor! Há dados muito importantes que são analisados pelo plugin que devem ser tidos em conta como a densidade das palavras-chave no artigo, a presença ou não das palavras-chave no primeiro parágrafo, a presença das palavras-chave no link do artigo, entre outros. Se perder uns 5 minutos a otimizar corretamente o artigo e analisar os dados que nos são fornecidos pelo plugin, certamente que terá mais sucesso no posicionamento das palavras que optou nas listas de pesquisa do Google e outros mecanismos de busca.

5.    Otimize também as imagens do artigo

As imagens também fazem parte do seu trabalho, por isso deve otimizar também as figuras que insere nos seus artigos. Completar os campos de título e alt das imagens é muito importante para que tenha uma ajuda extra no rankeamento de certas palavras!
Já aqui tratamos num artigo como deve proceder para otimizar as imagens corretamente! Leia:

6.    Faça Link Building corretamente

escola blog
Interligar conteúdos do seu blog ou indicar até artigos de outros blogs é uma excelente forma de ganhar credibilidade, desde que o conteúdo que indica seja realmente útil e relacionado com o tema do seu artigo inicial.
Não deve esquecer também de utilizar o texto âncora que é uma ótima forma de “promover” certas palavras dando-lhe destaque ao estarem ligadas a um link.
Também já fizemos aqui no blog uma coletânea de técnicas de Link Building que pode utilizar ao otimizar o seu artigo! Leia:

7.    Aproveite as tags h1, h2 e h3

Tal como no ponto 2 referimos que o título está normalmente posicionado dentro de uma tag h1, é importante aproveitar estas tags para ganhar uns pontos à concorrência no posicionamento das nossas palavras-chave. Estas tags definem a importância que você atribui aos diversos temas e subtemas que aborda nos seus artigos. Os robôs dos mecanismos de pesquisa atribuem maior importância ao conteúdo do seu artigo que está dentro das tags h1, em segundo lugar as que estão dentro de h2, logo a seguir h3, e só depois o resto do artigo. Por isso mesmo, é interessante jogar com as palavras que utilizamos através dos títulos e subtítulos dos artigos e garantir um melhor posicionamento de algumas “keywords”.

escola blog
Para esta técnica, analise muito bem as palavras que se destacam e mostram o que vai acontecer em alguns dos parágrafos do seu artigo e utilize as tags h1,h2 e h3 para lhes dar destaque junto dos robôs do Google.

8.    Não faça Black Hat!

escola blog
Black Hat são as técnicas de SEO que não são bem recebidas pelos mecanismos de busca! Estas técnicas consistem em manipulações que têm o objetivo de promover indevidamente as palavras que escolheu. Por vezes estas técnicas até podem trazer benefícios ao seu blog num curto período de tempo, no entanto quando os mecanismos de busca descobrirem o que você está a fazer (sim, eles vão acabar por descobrir!) o seu projeto vai ser severamente punido e verá as suas visitas provenientes do Google, Yahoo!, e companhia a serem reduzidas bruscamente.
Tal como em outras coisas na vida, tente ser correto naquilo que faz e não opte pelo caminho mais fácil! Acredite que poderá ter problemas indesejados que lhe poderão dificultar a vida enquanto webmaster ou blogueiro se não agir corretamente!

9.    Torne o seu artigo acessível

escola blog
A acessibilidade é uma das coisas mais importantes quando falamos em SEO. Lembre-se que SEO não pode ser só trabalhar para os robôs que nos visitam, mas também para os visitantes que vão ao seu site diariamente.
Um aspeto importante a referir, é que ser referenciado por outros sites é muito importante e traz muitos benefícios, mesmo falando em SEO. Portanto se quer melhorar o SEO do seu site ou, mais especificamente, de um artigo seu, tem que melhorar a acessibilidade do seu site. Mas o que é esta acessibilidade? Por exemplo, se referir que há um artigo de um blog que é muito interessante e que os visitantes devem ler, mas você não inclui um link para esse artigo, você está a ter uma má prática de acessibilidade e, consequentemente, de SEO. Se referir artigos durante o seu texto, lembre-se que deve incluir uma ligação para esses artigos.
Tente sempre manter o seu artigo acessível e dê a informação que tem aos seus leitores. Leitores satisfeitos trazem novos leitores de qualidade e, mais visitas de qualidade são sempre um sinal que está a fazer as coisas bem feitas!

10.    Não se esqueça de garantir a indexação do seu artigo

Obviamente, para que o seu artigo comece a trazer frutos, você deve garantir que ele é indexado pelos mecanismos de busca. Para isso, insira-o no seu sitemap e submeta-o através do Google Webmasters Tools.
Há algumas técnicas de automatizar estes procedimentos, sobretudo através do plugin para o WordPress XML Sitemaps. Leia os seguintes artigos para aprofundar o assunto e ver como automatizar a submissão de sitemaps:

11.    Divulgue o seu artigo

O facto de ter o seu conteúdo presente nas redes sociais não é sinónimo de ter um artigo mais otimizado para SEO do que não tendo, mas a verdade é que muitos estudos já mostraram que as partilhas nas redes sociais (nomeadamente o +1 do Google Plus) são um fator que tem algum peso no posicionamento nas pesquisas dos mecanismos de busca.

escola blog
Há quem defenda que este novo +1 da Google pode tornar-se numa espécie de novo Page Rank e que terá um impacte semelhante nas pesquisas da gigante americana. No entanto, o botão +1 ainda não alcançou a dimensão esperada e, por isso mesmo, é sempre uma incógnita saber qual o impacto real desta métrica da Google nas pesquisas do seu mecanismo.
No entanto, um pouco de divulgação nunca fez mal e certamente que o ajudará a melhorar o posicionamento do seu artigo, podendo ganhar alguns links naturais em outros sites ou blogs e com isso aumentar o seu tráfego de qualidade.

12.    Saiba como ligar o conteúdo do seu artigo a um local

escola blog
As pesquisas locais do Google são uma excelente ferramenta que você pode aproveitar. Se quer melhorar o posicionamento do seu artigo para determinadas palavras-chave, mas apenas para uma certa região, pode aproveitar a ferramenta da Google e alcançar melhores resultados localmente, o que é muito bom porque reduz a concorrência.
Obviamente, nem todos os webmasters ou blogueiros têm interesse nesta técnica, no entanto há alguns nichos que podem ter todo o interesse em direcionar as suas otimizações apenas para regiões específicas.
Há um excelente artigo dos colegas do MestreSEO que você deve ler sobre este assunto:

13.    Mantenha o seu artigo leve e rápido a carregar

escola blog
Tal como o resto do site, os mecanismos de busca dão uma grande importância à velocidade e qualidade de carregamento do seu artigo. Torne o seu site e mais particularmente o seu artigo leve e rápido a carregar, para que os seus visitantes e os robôs possam visitar o seu conteúdo com qualidade e assimilar o máximo de informação possível corretamente e de forma mais fácil.
A verdade é que o design do seu site, pouco importa ao Google, a imagem do seu site em si não lhes é importante. O que é realmente importante em relação ao design é que este seja limpo e dê destaque ao conteúdo propriamente dito, não tornando a experiência de visitar o seu site obsoleta.
Veja como pode analisar a performance das suas páginas através deste artigo:

14.    Crie conteúdo de grande qualidade

escola blog
Como se diz na gíria, o conteúdo é rei. Por mais que você trabalhe em SEO, se não tiver um conteúdo de grande qualidade que traga algo novo aos seus leitores e ao resto da internet, você não vai conseguir vingar. Há muitos sites que, apesar de não estarem corretamente otimizados a nível de SEO, têm excelentes posicionamentos nas listas de pesquisas dos mecanismos de busca.
Por outro lado, não há sites que estejam muito bem posicionados quando não têm um artigo escrito com alguma qualidade. Tente otimizar a sua escrita, melhorando o seu uso das palavras para que consiga ter um bom texto. De seguida aplique as técnicas de SEO que hoje ensinámos e verá que terá excelentes resultados.

15.    Siga as diretrizes do Google

escola blog
Como quem indexa é que sabe o que quer, o melhor mesmo é seguir as instruções do Google acerca de todos assuntos, e SEO ainda mais. Há um conjunto de diretrizes escritas por profissionais da gigante americana que estão disponíveis no link em baixo, que são segundo eles as linhas orientadoras para um site amigável ao Google e, portanto, que facilita o trabalho de indexação deste mecanismo.

Experimente seguir algumas, ou mesmo todas as diretrizes que se adaptam ao seu site e procure conciliá-las com as outras regras e técnicas que hoje ensinámos!

E você como trabalha o SEO para o seu site?

Deixamos aqui uma coletânea de regras para melhorar o SEO do seu site e assim conseguir melhores posições nas pesquisas para algumas palavras-chave. Mas e você, que técnicas utiliza?